Skip nav

Bolsas de Investigação para Doutoramento Maria de Sousa - 2022 SEAGULL - Seeking Epidemiological and Virological Answers

Bolsas de Investigação para Doutoramento Maria de Sousa - 2022

Visão Geral e Objectivos

O concurso para atribuição de Bolsas de Investigação para Doutoramento Maria de Sousa – 2022 SEAGULL – Seeking Epidemiological and Virological Answers é orientado para a obtenção de novos conhecimentos que permitam criar competências para respostas a fenómenos virológicos, incluindo pandémicos, e que venham a traduzir-se em medidas de prevenção eficientes, melhores cuidados de saúde e a um apoio efetivo aos cidadãos.

O concurso contemplará candidaturas em qualquer área científica que contribuam para os seguintes objetivos e áreas de conhecimento:

  1. Epidemiologia e fatores de risco de infeção e doença grave por vírus;
  2. A interação Homem-animal, mecanismos de resistência e de transmissão interespécies dos vírus, e risco de pandemias;
  3. Estratégias de prevenção e preparação para novas epidemias de origem virológica, incluindo vacinas;
  4. Abordagens inovadoras, incluindo novos métodos e novas tecnologias, para o diagnóstico de doenças virológicas;
  5. Caracterização dos mecanismos de infeção viral;
  6. Caracterização da resposta do hospedeiro, imunológica celular e serológica, à infeção por vírus, impacto da idade e comorbilidades;
  7. Desenvolvimento de novas terapias e de novas abordagens terapêuticas, incluindo equipamentos de suporte de vida e de proteção individual para o combate a doenças virológicas;
  8. Repercussões da infeção viral na saúde materna e no recém-nascido;
  9. Impacto psicológico e alterações de comportamento associados a epidemias ou pandemias de origem virológica.

Destinatários e Elegibilidade

No âmbito do Concurso para atribuição de Bolsas de Investigação para Doutoramento Maria de Sousa – 2022 serão atribuídas 50 bolsas de investigação para doutoramento destinadas a financiar a realização, pelo bolseiro, de atividades de investigação conducentes à obtenção do grau académico de doutor que se enquadrem no âmbito do concurso e contribuam para os seus objetivos.

As atividades de investigação poderão ser realizadas em qualquer ambiente de produção e difusão de conhecimento, nacional ou internacional.

O plano de trabalhos poderá decorrer integralmente ou de forma parcial numa instituição nacional (bolsa no país ou bolsa mista, respetivamente), ou decorrer integralmente numa instituição estrangeira (bolsa no estrangeiro); neste último caso será necessário explicitar claramente os motivos pelos quais a bolsa deverá decorrer exclusivamente no estrangeiro. No caso de bolsa mista, o período do plano de trabalhos que decorra numa instituição estrangeira não pode ser superior a 24 meses.

Podem candidatar-se cidadãos nacionais, cidadãos de outros estados-membros da União Europeia, cidadãos de estados terceiros, apátridas ou cidadãos beneficiários do estatuto de refugiado político.

Para concorrer é necessário:

  • Residir em Portugal de forma permanente e habitual, caso o plano de trabalhos da bolsa requerida decorra, total ou parcialmente, em instituições estrangeiras (bolsas mistas ou no estrangeiro), requisito aplicável tanto a cidadãos nacionais como a cidadãos estrangeiros.
  • Não ter beneficiado de uma bolsa de investigação para doutoramento ou de doutoramento em empresas diretamente financiada pela FCT, independentemente da sua duração.
  • Não ser detentor do grau de doutor.

Financiamento

Os candidatos selecionados recebem subsídios de manutenção mensal de acordo com os valores fixados no Regulamento e outros complementos de bolsa, tais como propinas, apoio a atividades de formação complementar ou apresentação de trabalhos em reuniões científicas, seguro de acidentes pessoais e, quando aplicável, subsídios de instalação e viagem.

A duração das bolsas é, em regra, anual, renovável até ao máximo de meses solicitado em candidatura, não podendo ser concedida bolsa por um período inferior a 3 meses consecutivos nem superior a 48 meses.

Como concorrer

As candidaturas são submetidas eletronicamente, utilizando o formulário disponível, a partir do dia 1 de setembro de 2022, no portal MyFCT. Cada candidato poderá apresentar apenas uma única candidatura a concurso.

Antes da submissão de candidatura recomenda-se a leitura dos seguintes documentos: Aviso de Abertura, Anexo I ao Aviso de Abertura (Guião de Avaliação), Guião de Candidatura (a disponibilizar aquando da abertura do concurso), Estatuto do Bolseiro de Investigação e Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT.

Avaliação

A avaliação das candidaturas é efetuada por um painel de avaliação envolvendo peritos de mérito científico e experiência reconhecida. As candidaturas são pontuadas de zero (0,000 classificação mínima) a cinco (5,000 classificação máxima) em três critérios de avaliação:

  1. mérito do candidato;
  2. mérito do plano de trabalho;
  3. mérito das condições de acolhimento.

Os três critérios de avaliação terão a ponderação de 40%, 40% e 20%, respetivamente.

O mérito do candidato é avaliado tendo por base dois subcritérios: percurso académico, com ponderação de 50%, e currículo pessoal, também com ponderação de 50%.

A apreciação do currículo pessoal do candidato é realizada de forma integrada, partindo de uma visão global do mérito do seu percurso científico e profissional.

A avaliação do plano de trabalhos e das condições de acolhimento tem por base a avaliação qualitativa do painel, devidamente fundamentada.

As candidaturas serão ordenadas de acordo com a média ponderada de classificação nos três critérios.

Nenhuma informação contida nesta página substitui ou se sobrepõe ao estipulado no Regulamento, no Aviso de Abertura do Concurso e nos Guiões de Avaliação e Candidatura aplicáveis ao Concurso.

Prazos e datas Importantes

O concurso está aberto entre 1 de setembro e as 17:00H (hora de Lisboa) de 29 de setembro de 2022.

Contactos

Para questões relacionadas com a candidatura e respetivo formulário, no período do concurso, deverá contactar-nos através do e-mail info.bolsas@fct.pt.

Para esclarecimento de dúvidas sobre a criação e gestão de CVs, a plataforma do CIÊNCIAVITAE dispõe de um helpdesk a que pode aceder através do endereço: info@cienciavitae.pt.