Skip nav

Logo PRIMA

Cooperação Internacional

Parceria para a Investigação e Inovação na Região Mediterrânica (PRIMA)

Apresentação

A Parceria PRIMA foi lançada na 2.ª Conferência de Ministros de Investigação e Inovação Euro-Mediterrânica, a 4 de maio de 2017, em La Valletta, Malta, através da Declaração sobre "Reforço da Cooperação Euro-Mediterrânica através da Investigação e Inovação" (decorrente do Processo de Barcelona, 1995).

Nesta página pode consultar a seguinte informação sobre a Parceria PRIMA:


Em destaque:

  • Concursos em curso: 2022
  • Prazo de submissão das propostas completas: concurso "Secção 1" – 6 de setembro 2022 e concurso "Secção 2" – 13 de setembro, 17:00 CET
  • Prazo de submissão das pré-propostas: concurso "Secção 1" – 15 de março 2022 e concurso "Secção 2" – 22 de março 2022
  • Consulta pública à primeira avaliação intermédia da Parceria PRIMA até 3 de outubro 2022 (link)
  • “Programa de Trabalhos Anual 2022” (link)
  • Sessão informativa sobre os concursos de 2022 pela Fundação PRIMA (link)

Concursos em curso: 2022

Os concursos para projetos de investigação PRIMA de 2022 abriram a 17 de janeiro de 2022 e dividem-se em duas "Secções": "Secção 1" e "Secção 2".

O concurso "Secção 1" rege-se de acordo com os regulamentos e procedimentos do Programa-Quadro europeu H2020, sendo exclusivamente financiados por fundos desse programa. A gestão e a execução dos projetos é realizada pela Fundação PRIMA.

No concurso da "Secção 1" há cinco tópicos a concurso, enquadrados em cada um dos três pilares da Agenda Estratégica de Investigação e Inovação da PRIMA (vide abaixo) e na área de Nexus entre os três pilares:

  • Área temática 1 – Gestão da Água. Tópico 1.1.1 – 2022 (IA) Gestão sustentável e integrada dos sistemas de armazenamento de água naturais e artificiais e infraestruturas de distribuição;
  • Área temática 2 – Sistemas Agrários. Tópico 1.2.1 – 2022 (RIA) Desenvolvimento integrado de dados dos solos para a Região Mediterrânica: uma porta para a melhoria na gestão sustentável do solo;
  • Área temática 3 – Fileira Agroalimentar. Tópico 1.3.1 – 2022 (IA) Fontes alternativas de proteína para a fileira agroalimentar no Mediterrâneo;
  • Área temática Nexus. Tópico 1.4.1 – 2022 (IA) Prever e testar opções de adaptação socioeconómica para a redução dos recursos água-energia-alimentos-ecossistema (WEFE) na Região Mediterrânica.
  • Área temática Nexus. Tópico 1.4.2 – 2022 (CSA) Desenvolvimento de uma comunidade de práticas Água-Energia-Alimentos-Ecossistema (WEFE) no Mediterrâneo.

Para conhecimento de toda a documentação e submissão de propostas, clique aqui.

O concurso da "Secção 1" têm duas fases: pré-propostas e propostas completas. O prazo para submissão de pré-propostas é 15 de março de 2022. O prazo para a submissão de propostas completas é 6 de setembro 2022.

O concurso "Secção 2" assenta exclusivamente na concessão de fundos nacionais ou regionais à luz das regras das agências de financiamento participantes, observando a lógica de «virtual common pot» (ou seja, cada agência envolvida apenas financia os investigadores que se candidatem aos seus fundos). A receção e avaliação das propostas são realizadas pela Fundação PRIMA, sendo que as agências de financiamento envolvidas são responsáveis pela verificação de elegibilidade à luz das suas regras, decidem sobre os projetos a apoiar, contratualizam com os beneficiários, realizando a sua gestão.

No concurso da "Secção 2" há três tópicos a concurso para ações de investigação e inovação, enquadrado em todos os três pilares da Agenda Estratégica de Investigação e Inovação da PRIMA (vide abaixo):

  • Área temática 1 – Gestão da água. Tópico 2.1.1 – 2021 (RIA) Prevenção e redução da salinização e poluição da água e do território devido às atividades agroalimentares;
  • Área temática 2 – Sistemas agrários. Tópico 2.2.1 (RIA) Melhoria da sustentabilidade da agro-pastorícia na Região Mediterrânica no contexto das alterações climáticas;
  • Área temática 3 – Fileira Agroalimentar. Tópico 2.3.1 (RIA) Possibilitar a transição para dietas mais saudáveis e sustentáveis.

Para conhecimento de toda a documentação e submissão de propostas, clique aqui.

O concurso "Secção 2" tem duas fases: pré-propostas e propostas completas. O prazo para submissão de pré-propostas é 22 de março de 2022. O prazo para submissão das propostas completas é 13 de setembro 2022, 17:00 CET.

O compromisso da FCT é de 1.125.000€, estimando-se o apoio a entre 5 e 11 projetos. Os tetos financeiros por proposta são: 250.000,00€, caso a proposta seja coordenada por uma entidade que solicite fundos à FCT e 100.000,00€ em caso de participação na proposta. Caso haja mais que um parceiro e pedir fundos à FCT numa mesma proposta, estes terão de ser partilhados. É aplicado o Regulamento de projetos financiados exclusivamente por fundos nacionais. Todas as entidades que peçam financiamento à FCT neste concurso terão de entregar a respetiva Declaração de Compromisso, descarregável aqui. Esta declaração terá de ser entregue por e-mail às pessoas de contacto, abaixo indicadas, devidamente preenchida, assinada e carimbada até dez dias úteis depois do prazo do concurso (5 de abril de 2022, 17:00).

Sugestão:

Utilize a ferramenta para procura de parceiros que se encontra disponível nesta página.


Concursos encerrados – resultados e financiamento concedido


Concursos de 2021

    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • TópicoIncrease adherence to the Mediterranean diet as a sustainable pattern including environmental, social and health aspects
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: DELICIOUS - Understanding consumer food choices & promotion of healthy and sustainable Mediterranean diets and lifestyles in children through behavioural change action
    • Países participantes: Portugal, Espanha, Egipto, Itália, Líbano
    • Coordenação: María Salamero, Edelvives (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Província Portuguesa da Congregação dos Irmãos Maristas
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 140.000,00€
    • Orçamento do projeto: 2.606.875,00€


    • Área temáticaNexus

    • TópicoLeveraging knowledge on the Nexus management of WaterEnergy-Food-Ecosystems resources in the Mediterranean region: from concepts to practical solutions
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: BONEX - Boosting Nexus Framework Implementation in the Mediterranean
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Espanha, Itália, Jordânia, Líbano, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Antonia Maria Lorenzo López, BIOAZUL SL (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Natural Business Inteligence
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 217.175,00€
    • Orçamento do projeto: 3.992.044,00€

    • Área temáticaGestão da Água

    • TópicoSustainable soil and water management for combating land degradation and desertification and promoting ecosystem restoration
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: AGREEMAR - Adaptive agreements on benefits sharing for managed aquifer recharge in the Mediterranean region
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Espanha, Chipre, Tunísia
    • Coordenação: Catalin Stefan, Technische Universität Dresden (Alemanha)
    • Investigadora portuguesa: Teresa Leitão, Laboratório Nacional de Engenharia Civil
    • Financiamento concedido pela FCT:90.319,00€ (noventa mil trezentos e dezanove euros)
    • Referência: PRIMA/0004/2021
    • Orçamento do projeto: 1.000.915,00€


    • Área temáticaSistemas Agrários

    • TópicoIncreasing environmental and socio-economic performance of small-scale farming systems through improvements in organisational aspects and new value chain governance models
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto:ADVAGROMED - ADVanced AGROecological approaches based on the integration of insect farming with local field practices in MEDiterranean countries
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Espanha, Grécia, Itália, Marrocos
    • Coordenação: Laura Gasco, University of Turin (Itália)
    • Investigador português: Daniel Murta, Ingredient Odyssey SA
    • Financiamento concedido pela FCT: 39,738,00€ (trinta e nove mil setecentos e trinta e oito euros)
    • Referência: PRIMA/0002/2021
    • Orçamento do projeto: 1.066.343,00€

    • TópicoIncreasing environmental and socio-economic performance of small-scale farming systems through improvements in organisational aspects and new value chain governance models
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: ASTER - Agroecology-inspired Strategies and Tools to Enhance Resilience and ecosystem services in tomato crop
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, Grécia, Itália, Marrocos, Tunísia, Turquia
    • Coordenação: Emilio Guerrieri, Consiglio Nazionale delle Ricerche (Itália)
    • Investigador português: José Carlos Franco, Instituto Superior de Agronomia (ISA)
    • Financiamento concedido pela FCT: 90.953,00€ (noventa mil e novecentos e cinquenta e três euros)
    • Referência: PRIMA/0001/2021
    • Orçamento do projeto: 1.582.900,00€

    • Tópico – Increasing environmental and socio-economic performance of small-scale farming systems through improvements in organisational aspects and new value chain governance models
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto:ReMe-diation - Resilient Mediterranean with a holistic approach to sustainable agriculture: Addressing challenges of water, soil, energy and biodiversity
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Grécia, Turquia
    • Coordenação: Martin Kaltschmitt, Hamburg University of Technology (Alemanha)
    • Investigador português: Arlindo Caniço Gomes, Universidade da Beira Interior (UBI)
    • Financiamento concedido pela FCT: 90.857.000,00€ (noventa mil oitocentos e cinquenta e sete euros)
    • Referência: PRIMA/0010/2021
    • Orçamento do projeto: 606.804,00€

    • TópicoIncreasing environmental and socio-economic performance of small-scale farming systems through improvements in organisational aspects and new value chain governance models
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto:SIRAM - Sustainable innovations for Regenerative Agriculture in the Mediterranean area
    • Países participantes: Portugal, Egipto, Espanha, França, Grécia, Itália, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Edoardo Puglisi, Università Cattolica del Sacro Cuore (Itália)
    • Investigadora portuguesa: Paula Morais, Universidade de Coimbra
    • Financiamento concedido pela FCT: 90.954,00€ (noventa mil novecentos e cinquenta e quatro euros)
    • Referência: PRIMA/0003/2021
    • Orçamento do projeto: 1.566.292,00€

    • TópicoIncreasing environmental and socio-economic performance of small-scale farming systems through improvements in organisational aspects and new value chain governance models
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: VALMEDALM - Valorization of Mediterranean Almond orchards through the use of intercropping integrated strategies
    • Países participantes: Portugal, Croácia, Egipto, Israel, Itália, Marrocos
    • Coordenação: Alexandre Gonçalves, MORE Colab – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação (Portugal)
    • Investigador português: Alexandre Gonçalves, MORE Colab – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação (MORE)
    • Financiamento concedido pela FCT: 55.455,00€ (cinquenta e cinco mil quatrocentos e cinquenta e cinco euros)
    • Referência: PRIMA/0013/2021
    • Investigadora portuguesa: Lillian Barros, Instituto Politécnico de Bragança (IPB)
    • Financiamento concedido pela FCT: 92.453,00€ (noventa e dois mil quatrocentos e cinquenta e três euros)
    • Referência: PRIMA/0014/2021
    • Investigadora portuguesa: Rosalina Marrão, Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos (CNCFS)
    • Financiamento concedido pela FCT: 92.650,00€ (noventa e dois mil seiscentos e cinquenta euros)
    • Referência: PRIMA/0015/2021
    • Orçamento do projeto: 1.215.104,00€

    • TópicoIncreasing environmental and socio-economic performance of small-scale farming systems through improvements in organisational aspects and new value chain governance models
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: VINEPROTECT - Ecological survey for biological management and protection of Mediterranean vineyards facing climate changes
    • Países participantes: Portugal, Itália, Marrocos, Turquia
    • Coordenação: Conceição Santos, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (Portugal)
    • Investigadora portuguesa: Conceição Santos, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)
    • Financiamento concedido pela FCT: 216.833,00€ (duzentos e desaseis mil oitocentos e trinta e três euros)
    • Referência: PRIMA/0011/2021
    • Investigadora portuguesa: Lia-Tânia Dinis, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD)
    • Financiamento concedido pela FCT: 24.118,00€ (vinte e quatro mil cento e dezoito euros)
    • Referência: PRIMA/0012/2021
    • Orçamento do projeto: 760.722,00€


    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • TópicoIncrease adherence to the Mediterranean diet as a sustainable pattern including environmental, social and health aspects
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: InovFarmer.MED - Improving Mediterranean supply chain through innovative agro-food business to strengthen small-scale farmers competitiveness, using prickly pear and fig as case study
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Egipto, França, Marrocos
    • Coordenação: Dulcineia Wessel, Instituto Politécnico de Viseu (Portugal)
    • Investigadora portuguesa: Dulcineia Wessel, Instituto Politécnico de Viseu (IPV)
    • Financiamento concedido pela FCT: 130.139,00€ (cento e trinta mil cento e trinta e nove euros)
    • Referência: PRIMA/0005/2021
    • Investigador português: Manuel Coimbra, Universidade de Aveiro
    • Financiamento concedido pela FCT: 31.080,00€ (trinta e um mil e oitenta euros)
    • Referência: PRIMA/0006/2021
    • Investigador português: Ricardo Chagas, F4s-Food4Sustainability
    • Financiamento concedido pela FCT: 55.920,00€ (cinquenta e cinco mil novecentos e vinte euros)
    • Referência: PRIMA/0008/2021
    • Investigador português: Carlos Brandão, Chatron
    • Financiamento concedido pela FCT: 10.794,00€ (dez mil setecentos e noventa e quatro euros)
    • Referência: PRIMA/0007/2021
    • Orçamento do projeto: 674.100,00€

Pode consultar a brochura com a totalidade dos projetos financiados nos concursos PRIMA 2021 aqui.


Concursos de 2020

    • Área temáticaSistemas Agrários

    • TópicoGenetic conservation and animal feeds
    • Subtópico AConservation and valorization of local Animal Genetic Resources
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: MEDIBEES – Monitoring the Mediterranean honey bee subspecies and their resilience to climate change for the improvement of sustainable agro-ecosystems
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, Itália, Jordânia, Líbano, Malta, Turquia
    • Coordenação: Raquel Martin Hernandez, Instituto Regional de Investigación y Desarrollo Agroalimentario y Forestal de Castilla-La Mancha, Centro de Investigación Apícola y Agroambiental de Marchamalo (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Centro de Investigação de Montanha (CIMO), Instituto Politécnico de Bragança
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 247.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.750.000,00€


    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • TópicoValorising the health benefits of Traditional Mediterranean food products
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: FLAT BREAD MINE – Flat Bread of Mediterranean area; INnovation & Emerging process & technology
    • Países participantes: Portugal, Croácia, Egito, Espanha, França, Grécia, Itália, Jordânia, Líbano, Malta
    • Coordenação: Patricia Le-Bail, Institut National de Recherche pour l’Agriculture, l’Alimentation et l’Environnement (INRAE), Biopolymères, Interactions, Assemblages (França)
    • Instituição portuguesa participante: Ramalhos, S.A.
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 34.300,00€
    • Orçamento do projeto: 2.072.042,00€

    • TópicoValorising the health benefits of Traditional Mediterranean food products
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: FunTomP – Functionalized Tomato Products
    • Países participantes: Portugal, Croácia, Espanha, Grécia, Itália, Líbano, Turquia, Tunísia
    • Coordenação: Mecit Oztop, Middle East Technical University, Department of Food Engineering (Turquia)
    • Instituição portuguesa participante: Universidade do Algarve
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 95.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.907.500,00€

    • TópicoValorising the health benefits of Traditional Mediterranean food products
    • AçãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: LOCALNUTLEG – Developing of innovative plant-based added-value food products through the promotion of LOCAL Mediterranean NUT and LEGume crops
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Espanha, França, Itália, Israel, Marrocos, Turquia
    • Coordenação: Ingrid Aguiló, Institut de Recerca i Tecnologia Agroalimentaries (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Instituto Politécnico de Bragança
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 160.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Centro de Investigação de Montanha
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 165.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Sortegel-Produtos Congelados, S.A.
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 55.000,00€
    • Orçamento do projeto: 2.000.000,00€

    • Área temáticaGestão da Água

    • TópicoLow cost, lean solutions for enhancing irrigation efficiency of small-scale farms
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: DATI – Digital Agriculture Technologies for Irrigation efficiency
    • Países participantes: Portugal, Espanha, França, Itália, Marrocos
    • Coordenação: Alessandro Matese, Consiglio Nazionale delle Ricerche (CNR), Istituto per la Bioeconomia (Itália)
    • Investigador português: Joaquim João Moreira de Sousa, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD)
    • Financiamento concedido pela FCT:97.500,00€ (noventa e sete mil e quinhentos euros)
    • Referência: PRIMA/0007/2020
    • Orçamento do projeto: 1.020.180,00€

    • TópicoLow cost, lean solutions for enhancing irrigation efficiency of small-scale farms
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: MED-WET – Improving MEDiterranean irrigation and Water supply for smallholder farmers by providing Efficient, low-cost and nature-based Technologies and practices
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Egito, Malta, Marrocos
    • Coordenação: Harald Hansmann, Hochschule Wismar (Alemanha)
    • Investigador português: João Carlos Correia Leitão, Universidade da Beira Interior (UBI)
    • Financiamento concedido pela FCT: 70.890,00€ (setenta mil, oitocentos e noventa euros)
    • Referência: PRIMA/0008/2020
    • Investigador português: Ricardo Filipe Marques Gonçalves, Município do Fundão
    • Financiamento concedido pela FCT: 28.621,00€ (vinte e oito mil, seiscentos e vinte e um euros)
    • Referência: PRIMA/0009/2020
    • Orçamento do projeto: 1.030.219,00€


    • Área temáticaSistemas Agrários

    • TópicoRe-design the agro-livelihood systems to ensure resilience
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: DROMAMED – Capitalization of Mediterranean maize germplasm for improving stress tolerance
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Argélia, Espanha, França, Itália, Marrocos, Tunísia, Turquia
    • Coordenação: Pedro Revilla, Consejo Superior de Investigaciones Científicas (Espanha)
    • Investigadora portuguesa: Maria Carlota Morais e Cunha Vaz Patto, Universidade Nova de Lisboa (UNL)
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0014/2020
    • Orçamento do projeto: 1.455.721,00€

    • TópicoRe-design the agro-livelihood systems to ensure resilience
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: MiDiVine – Innovative Bio-interventions and Risk Modelling Approaches for EnsuringInnovative Approaches Promoting Functional Microbial Diversity for a Sustainable Grapevine Health and Productivity in Vineyard Systems of Mediterranean Areas Microbial Safety and Quality of Mediterranean Artisanal Fermented Foods
    • Países participantes: Portugal, Chipre, Espanha, França, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Aziz Aziz, Université de Reims Champagne Ardenne, Laboratoire Résistance Induite et Bioprotection des Plantes (França)
    • Investigadora portuguesa: Ana Margarida da Costa Macedo Fortes, FCiências.ID - Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências (Fciências.ID)
    • Financiamento concedido pela FCT: 99.900,00€ (noventa e nove mil e novecentos euros)
    • Investigador português: António Graça, Sogrape Vinhos, SA
    • Referência: PRIMA/0010/2020
    • Orçamento do projeto: 807.874,00€

    • TópicoRe-design the agro-livelihood systems to ensure resilience
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: ReCROP – Bioinocula and CROPping systems: an integrated biotechnological approach for improving crop yield, biodiversity and REsilience of Mediterranean agro-ecosystems
    • Países participantes: Portugal, Egito, Espanha, França, Itália, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Paula Castro, Universidade Católica Portuguesa (Portugal)
    • Financiamento concedido pela FCT: 170.000,00€ (cento e setenta mil euros)
    • Referência: PRIMA/0002/2020
    • Investigadora portuguesa: Cristina da Conceição Ribeiro Carlos, Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID)
    • Financiamento concedido pela FCT: 42.188,00€ (quarenta e dois mil, cento e oitenta e oito euros)
    • Referência: PRIMA/0003/2020
    • Investigadora portuguesa: Maria do Rosário Pinto Alves, Instituto para o Desenvolvimento Agrário da Região Norte (IDARN)
    • Financiamento concedido pela FCT: 37.500,00€ (trinta e sete mil e quinhentos euros)
    • Referência: PRIMA/0004/2020
    • Orçamento do projeto: 1.398.127,00€

    • TópicoRe-design the agro-livelihood systems to ensure resilience
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: RESCHEDULE – RESilient to Climate CHange Extremes MeDiterranean AgricUltural Systems: LEveraging the Power of Soil Health and Associated Microbiota
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Grécia, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Nikolaos Paranychianakis, Technical University of Crete (Grécia)
    • Investigadora portuguesa: Teresa Pinto-Correia, Universidade de Évora
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0006/2020
    • Orçamento do projeto: 1.277.728,00€

    • TópicoRe-design the agro-livelihood systems to ensure resilience
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: REVINE – Regenerative agricultural approaches to improve ecosystem services in Mediterranean vineyards
    • Países participantes: Portugal, Chipre, Egito, França, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Rocco Perniola, Consiglio per la ricerca in agricoltura e l’analisi dell’economia agraria (CREA), Centro di Ricerca Viticoltura ed Enologia (Itália)
    • Investigadora portuguesa: Andreia Cristina Silva Viegas Mata Figueiredo, FCiências.ID - Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências (Fciências.ID)
    • Financiamento concedido pela FCT: 78.750,00€ (setenta e oito mil, setecentos e cinquenta euros)
    • Referência: PRIMA/0011/2020
    • Investigador português: Jorge Manuel Martins Cunha, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
    • Financiamento concedido pela FCT: 1.250,00€ (mil duzentos e cinquenta euros)
    • Referência: PRIMA/0012/2020
    • Investigador português: Miguel Cachão, Associação de Viticultores do Concelho de Palmela (AVIPE)
    • Financiamento concedido pela FCT: 20.000,00€ (vinte mil euros)
    • Referência: PRIMA/0013/2020
    • Orçamento do projeto: 827.835,00€


    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • TópicoNew optimization models of the agro food supply chain system to fair price for consumers and reasonable profit share for farmers
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: OIL4MED – Open platform and faIrness olive oil suppLy chain for MEDiterranean small farmers
    • Países participantes: Portugal, Espanha, França, Tunísia
    • Coordenação: Gabriel Beltran, Instituto Andaluz de Investigación y Formación Agraria, Pesquera, Alimentaria y de la Producción Ecológica (Espanha)
    • Investigador português: Henrique Ribeiro, Instituto Superior de Agronomia (ISA/ULisboa)
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0005/2020
    • Orçamento do projeto: 589.800,00€

    • TópicoNew optimization models of the agro food supply chain system to fair price for consumers and reasonable profit share for farmers
    • AçãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: ValICET – Valorise foods and Improve Competitiveness through Emerging Technologies applied to food by-products within the circular economy framework
    • Países participantes: Portugal, Espanha, França, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Raquel Sendon, Universidad de Santiago de Compostela (Espanha)
    • Investigadora portuguesa: Ana Sanches Silva, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0001/2020
    • Orçamento do projeto: 787.000,00€

Pode consultar a brochura com a totalidade dos projetos financiados nos concursos PRIMA 2020 aqui.


Concursos de 2019

    • Área temáticaGestão da Água

    • TópicoSustainable groundwater management in water-stressed Mediterranean areas
    • Tipo de açãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: eGROUNDWATER – Citizen science and ICT-based enhanced information systems for groundwater assessment, modelling and sustainable participatory management
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, França, Marrocos
    • Coordenação: Universitat Politècnica de València UPV - PU (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Universidade do Algarve
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 195.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Instituto Superior de Economia e Gestão
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 174.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.600.000,00€

    • TópicoSustainable groundwater management in water-stressed Mediterranean areas
    • Tipo de açãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: InTheMED – Innovative and Sustainable Groundwater Management in the Mediterranean
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Espanha, Grécia, Itália, Tunísia e Turquia
    • Coordenação: Universitat Politècnica de València UPV - PU (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Associação do Instituto Superior Técnico para a Investigação e Desenvolvimento (IST-ID)
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 220.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.589.000,00€


    • Área temáticaSistemas Agrários

    • TópicoConserving water and soil in Mediterranean dry-farming, smallholder agriculture
    • Tipo de açãoResearch & Innovation Action (RIA)
    • Título do projeto: CAMA – Research-based participatory approaches for adopting Conservation Agriculture in the Mediterranean Area
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, França, Grécia, Itália, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Consiglio per la ricerca in agricoltura e l’analisi dell’economia agraria, CREA (Itália)
    • Instituição portuguesa participante: Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 70.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Associação Portuguesa de Mobilização e Conservação do Solo
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 80.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.500.000,00€

    • TópicoSustainability and competitiveness of Mediterranean greenhouse and intensive horticulture
    • Tipo de açãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: SusMedHouse – Efficient, Eco-Friendly, Sustainable Mediterranean Greenhouse Integrated with Artificial Intelligence, Hi-Tech Automation and Control System
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Egito, Espanha, Itália, Turquia
    • Coordenação: AR&TeCS Anadolu AR-GE Technology Engineering and Consulting Co. - SME (Turquia)
    • Instituição portuguesa participante: Associação de Viticultores do Concelho de Palmela
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 151.398,00€
    • Orçamento do projeto: 1.549.990,00€


    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • TópicoImplementation of analytical tools and digital technology to achieve traceability and authenticity control of traditional Mediterranean foods
    • Tipo de açãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: Med Food TTHubs – Trace & Trust Hubs for MED food
    • Países participantes: Portugal, Egito, Espanha, Grécia, Itália, Jordânia, Tunísia
    • Coordenação: Centre for Research and Technology Hellas, CERTH - PU (Grécia)
    • Instituição portuguesa participante: Inov INESC Inovação
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 190.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.519.000,00€

    • TópicoImplementation of analytical tools and digital technology to achieve traceability and authenticity control of traditional Mediterranean foods
    • Tipo de açãoInnovation Action (IA)
    • Título do projeto: TRACE-RICE – Tracing rice and valorizing side streams along Mediterranean blockchain
    • Países participantes: Portugal, Egito e Espanha
    • Coordenação: Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (Portugal)
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 240.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Universidade Nova de Lisboa, Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA)
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 190.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 150.000,00€
    • Instituição portuguesa participante: Building Global Innovators
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 129.500,00€
    • Instituição portuguesa participante: Ernesto Morgado S.A.
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 129.500,00€
    • Instituição portuguesa participante: Mater Dynamics
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 129.500,00€
    • Instituição portuguesa participante: Casa do Arroz
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 100.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.599.500,00€

    • Área temáticaGestão da Água

    • TópicoBridging the gap between potential and actual irrigation performance in the Mediterranean
    • Título do projeto: HublS – Open innovation Hub for Irrigation Systems in Mediterranean agriculture
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, França, Grécia, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Gilles Belaud, Institut National d’Études Superieures Agronomiques de Montpellier (França)
    • Investigadora portuguesa: Maria do Rosário Conceição Cameira, Instituto Superior de Agronomia
    • Financiamento concedido pela FCT: 48.369,15€ (quarenta e oito mil, trezentos e sessenta e nove euros e quinze cêntimos)
    • Referência: PRIMA/0006/2019
    • Investigador português: Luís Miguel Leal Boteta, Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio (COTR)
    • Financiamento concedido pela FCT: 50.000,00€ (cinquenta mil euros)
    • Referência: PRIMA/0005/2019
    • Orçamento do projeto:1.170.706,00€

    • TópicoManagement of low quality waters under water scarcity and climate change conditions
    • Título do projeto: SmaCuMed – Smart irrigation cube for sustainable agriculture in the Mediterranean region
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Jan Hoinkis, Karlsruhe University of Applied Sciences (Alemanha)
    • Investigador português: Lopo José Infante da Câmara Carvalho, Aquagri IIM – International Irrigation Management, Lda.
    • Financiamento concedido pela FCT: 93.923,00€ (noventa e três mil, novecentos e vinte e três euros)
    • Referência: PRIMA/0003/2019
    • Orçamento do projeto: 991.800,00€


    • Área temáticaSistemas Agrários

    • TópicoUse and management of biodiversity as a major lever of sustainability in farming systems:
    • Título do projeto: DiVicia – Use and management of Vicia species for sustainability and resilience in biodiversity based farming systems
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, França, Itália, Líbano, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Joëlle Fustec, Groupe École Supérieure d’Agricultures d’Angers Loire (França)
    • Investigadora portuguesa: Maria Carlota Morais e Cunha Vaz Patto, Universidade Nova de Lisboa, Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0004/2019
    • Orçamento do projeto: 1.000.000,00€

    • TópicoUse and management of biodiversity as a major lever of sustainability in farming systems
    • Título do projeto: HaloFarMs – Development and Optimization of Halophyte-based Farming systems in salt-affected Mediterranean Soils
    • Países participantes: Portugal, Egito, Espanha, França, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Karim Ben Hamed, Centre de Biotechnologie de Borj Cédria, CBBC - PU (Tunísia)
    • Investigadora portuguesa: Luísa Custódio, CCMAR, Universidade do Algarve
    • Financiamento concedido pela FCT: 99.938,05€ (noventa e nove mil, novecentos e trinta e oito euros e cinco cêntimos)
    • Referência: PRIMA/0002/2019
    • Orçamento do projeto: 847.872,00€


    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • TópicoSmall scale farming systems innovation
    • Título do projeto: VALUEFARM – VALorization of Mediterranean small-scale FARMs by cropping wild UnExploited species
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Argélia, Chipre, Egito, Espanha, Grécia, Turquia
    • Coordenação: Spyridon Petropoulos, University of Thessaly (Grécia)
    • Investigadora portuguesa: Lillian Barros, Instituto Politécnico de Bragança
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0009/2019
    • Orçamento do projeto: 1.242.435,00€

    • TópicoExtending shelf-life of perishable Mediterranean food products
    • Título do projeto: FRUALGAE – Sustainable technologies and methodologies to improve quality and extend product shelf life in the Mediterranean agro-food supply chain
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Egito, Grécia, Itália, Líbano
    • Coordenação: Emmanouil Flemetakis, Agricultural University of Athens (Grécia)
    • Investigadora portuguesa: Deborah Power, CCMAR, Universidade do Algarve
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0011/2019
    • Orçamento do projeto: 1.220.000,00€

    • TópicoUse and management of biodiversity as a major lever of sustainability in farming systems
    • Título do projeto: GreenPalm – Development of sustainable date palm-based agro systems by preserving their biodiversity
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Rafael Guillen-Bejarano, Instituto de la Grasa, ACSIC (Espanha)
    • Investigadora portuguesa: Teresa Lino Neto, Universidade do Minho
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0001/2019
    • Orçamento do projeto: 703.600,00€

    • TópicoEnhancing horizontal and vertical integration in Mediterranean agro-food value-chains
    • Título do projeto: MEDISMART – Mediterranean Citrus: innovative soft processing solutions for SMART (Sustainable, Mediterranean, Agronomically evolved, nutRitionally enriched, Traditional) products
    • Países participantes: Portugal, Egito, Espanha, Itália, Turquia
    • Coordenação: Elsayed Elhabasha, National Research Center (Egito)
    • Investigadora portuguesa: Maria Manuela Pintado, Universidade Católica Portuguesa
    • Financiamento concedido pela FCT: 100.000,00€ (cem mil euros)
    • Referência: PRIMA/0014/2019
    • Orçamento do projeto: 1.112.512,00€

    • TópicoExtending shelf-life of perishable Mediterranean food products
    • Título do projeto: Nano4Fresh – Nanomaterials for an environmentally friendly and sustainable handling of perishable Products
    • Países participantes: Portugal, Espanha, Itália, Marrocos
    • Coordenação: Maria Filipa Gomes Ribeiro, Instituto Superior Técnico (Portugal)
    • Financiamento concedido pela FCT: 174.981,60€ (cento e setenta e quatro mil, novecentos e oitenta e um euros e sessenta cêntimos)
    • Referência: PRIMA/0015/2019
    • Investigador português: Armando Torres Paulo, FRUTUS – Estação Fruteira do Montejunto, CRL
    • Financiamento concedido pela FCT: 25.000,00€ (vinte e cinco mil euros)
    • Referência: PRIMA/0016/2019
    • Orçamento do projeto: 666.332,00€

    • TópicoEnhancing horizontal and vertical integration in Mediterranean agro-food value-chains
    • Título do projeto: PulpIng – Development of Pumpkin Pulp Formulation using a Sustainable Integrated Strategy
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Argélia, Egito, Grécia, Tunísia
    • Coordenação: Lilian Barros, Instituto Politécnico de Bragança (Portugal)
    • Financiamento concedido pela FCT: 99.887,50€ (noventa e nove mil, oitocentos e oitenta e sete euros e cinquenta cêntimos)
    • Referência: PRIMA/0007/2019
    • Investigador português: António Miguel Fernandes Azevedo, Decorgel – Produtos Alimentares S.A.
    • Financiamento concedido pela FCT: 30.063,04€ (trinta mil, sessenta e três euros e quatro cêntimos)
    • Referência: PRIMA/0010/2019
    • Investigador português: Alexandre Fradeira Gonçalves, More – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação – Associação MORE
    • Financiamento concedido pela FCT: 69.987,50€ (sessenta e nove mil, novecentos e oitenta e sete euros e cinquenta cêntimos)
    • Referência: PRIMA/0008/2019
    • Orçamento do projeto: 912.689,00€

    • TópicoEnhancing horizontal and vertical integration in Mediterranean agro-food value-chains
    • Título do projeto: WildFood – Eating the wild: Improving the value-chain of Mediterranean Wild Food Products (WFP)
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Eslovénia, Espanha, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Míriam Pique, Centre de Ciència i Tecnologia Forestal de Catalunya (Espanha)
    • Investigador português: José Guilherme Borges, Instituto Superior de Agronomia
    • Financiamento concedido pela FCT: 67.000,00€ (sessenta e sete mil euros)
    • Referência: PRIMA/0013/2019
    • Investigador português: Ana Margarida Pinto da Fonseca, Cooperativa de Usuários do Freixo do Meio, CRL
    • Financiamento concedido pela FCT: 33.000,00€ (trinta e três mil euros)
    • Referência: PRIMA/0012/2019
    • Orçamento do projeto: 814.220,43€

Pode consultar a brochura com a totalidade dos projetos financiados nos concursos PRIMA 2019 aqui.


Concursos de 2018

    • Área temáticaGestão da Água

    • Tópico 1Water reuse and water desalination for agricultural and food production
    • Título do projeto: DSWAP – Decision support-based approach for sustainable water reuse application in agricultural production
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Chipre, Espanha, França, Israel, Itália
    • Coordenação: Eddie Cytryn, Agricultural Research Organization (Israel)
    • Instituição portuguesa participante: Universidade Católica Portuguesa
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 200.000,00€
    • Orçamento do projeto: 1.999.858,00€


    • Área temáticaSistemas Agrários

    • Tópico 2Improving the sustainability of Mediterranean agro-ecosystems
    • Título do projeto: SUSTAINOLIVE – Novel approaches to promote the SUSTAInability of OLIVE cultivation in the Mediterranean
    • Países participantes: Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Roberto Garcia Ruiz, Universidad de Jaén (Espanha)
    • Instituição portuguesa participante: Universidade de Évora
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 194.994,00€
    • Instituição portuguesa participante: Esporão, SA
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 74.992,00€
    • Instituição portuguesa participante: Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo
    • Financiamento atribuído à instituição portuguesa: 15.000,00€
    • Orçamento do projeto: 2.032.690,00€

    • Área temáticaGestão da Água

    • Tópico 1.3Irrigation technologies and practice
    • Título do projeto: MEDWATERICE – Towards a sustainable water use in Mediterranean rice-based agro-ecosystems
    • Países participantes: Portugal, Egito, Espanha, Israel, Itália, Turquia
    • Coordenação: Arianna Facchi, Università degli Studi di Milano (Itália)
    • Investigador português: José Manuel Monteiro Gonçalves, Instituto Politécnico de Coimbra
    • Financiamento concedido pela FCT:47.088,00€ (quarenta e sete mil e oitenta e oito euros)
    • Referência: PRIMA/0005/2018
    • Investigadora portuguesa: Isabel Pedroso de Lima, Universidade de Coimbra
    • Financiamento concedido pela FCT: 47.088,00€ (quarenta e sete mil e oitenta e oito euros)
    • Referência: PRIMA/0006/2018
    • Orçamento do projeto: 1.348.306,00€


    • Área temáticaSistemas Agrários

    • Tópico 2.2Preventing and controlling emergence of animal and plant pests and diseases
    • Título do projeto: INTOMED – Innovative tools to combat crop pests in the Mediterranean
    • Países participantes: Portugal, Espanha, França, Grécia, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Kalliope Papadopoulou, University of Thessaly (Grécia)
    • Investigadora portuguesa: Paula Baptista, Instituto Politécnico de Bragança
    • Financiamento concedido pela FCT: 93.838,00€ (noventa e três mil, oitocentos e trinta e oito euros)
    • Referência: PRIMA/0002/2018
    • Orçamento do projeto: 812.338,00€

    • Tópico 2.2Preventing and controlling emergence of animal and plant pests and diseases
    • Título do projeto: LAGMED – Improvement of preventive actions to emerging LAGoviruses in the MEDiterranean basin: development and optimisation of methodologies for pathogen detection and control
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, França, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Joana Abrantes, Associação BIOPOLIS (BIOPOLIS)
    • Financiamento concedido pela FCT: 140.588,00€ (cento e quarenta mil, quinhentos e oitenta e oito euros)
    • Referência: PRIMA/0003/2018
    • Orçamento do projeto: 832.988,00€


    • Área temáticaFileira Agroalimentar

    • Tópico 3.2Food safety in local food chains
    • Título do projeto: ArtiSaneFood – Innovative Bio-interventions and Risk Modelling Approaches for Ensuring Microbial Safety and Quality of Mediterranean Artisanal Fermented Foods
    • Países participantes: Portugal, Argélia, Espanha, Estados Unidos da América, França, Grécia, Itália, Marrocos, Tunísia
    • Coordenação: Ursula Gonzales-Barron, Instituto Politécnico de Bragança (Portugal)
    • Financiamento concedido pela FCT: 140.261,00€ (cento e quarenta mil, duzentos e sessenta e um euros)
    • Referência: PRIMA/0001/2018
    • Orçamento do projeto: 1.353.817,00€

    • Tópico 3.3Implications of dietary shifts and sustainable diets for the Med populations and food industry
    • Título do projeto: MED4YOUTH – Mediterranean Enriched Diet for tackling Youth Obesity
    • Países participantes: Portugal, Espanha, Israel, Itália, Jordânia
    • Coordenação: Antoni Caimari, Eurecat, Centre Tecnològic de Catalunya (Espanha)
    • Investigadora portuguesa: Maria Filomena Botelho, Universidade de Coimbra
    • Financiamento concedido pela FCT: 93.815,00€ (noventa e três mil, oitocentos quinze euros)
    • Referência: PRIMA/0004/2018
    • Orçamento do projeto: 1.028.480,00€

    • Tópico 3.2Food safety in local food chains
    • Título do projeto: MILKQUA – Milk quality all along the dairy chain for a sustainable MILK
    • Países participantes: Portugal, Espanha, França, Itália, Tunísia
    • Coordenação: Latifa Abdennebi-Najar, Institut de l'Elevage IDELE (França)
    • Investigador português: David Pereira, Faculdade de Farmácia, Universidade do Porto
    • Financiamento concedido pela FCT: 93.772,00€ (noventa e três mil setecentos e setenta e dois euros)
    • Referência: PRIMA/0007/2018
    • Orçamento do projeto: 872.973,00€

    • Tópico 3.1Valorising food products from traditional Mediterranean diet
    • Título do projeto: SAFFROMFOOD – Valorisation of saffron and its floral by-products as sustainable innovative sources for the development of high added-value food products
    • Países participantes: Portugal, Alemanha, Argélia, Espanha, França, Itália
    • Coordenação: Maria Jose Frutos Fernandez, Universidad Miguel Hernández de Elche, UMH (Espanha)
    • Investigadora portuguesa: Maria do Rozário Bronze, Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica
    • Financiamento concedido pela FCT: 93.546,00€ (noventa e três mil, quinhentos e quarenta e seis euros)
    • Referência: PRIMA/0008/2018
    • Orçamento do projeto: 1.292.780,00€

Pode consultar a brochura com a totalidade dos projetos financiados nos concursos PRIMA 2018 aqui.


PRIMA Intelligent Analytical Tool (2018-2021)

Pode consultar toda a informação sobre os projetos financiados no âmbito da Parceria PRIMA, incluíndo os projetos com participação de investigadores portugueses, na PRIMA Intelligent Analytical Tool, uma app Power BI de análise de diversos indicadores de desempenho da Parceria.


Normas de comunicação e disseminação dos projetos financiados

Pode consultar as normas de comunicação e disseminação dos projetos financiados através das seguintes ligações:


Histórico da iniciativa

A Parceria PRIMA é um dos mais recentes desenvolvimentos da Parceria Euro-Mediterrânica (também conhecida por Processo de Barcelona). Estabelecida em 1995, com o objetivo de fomentar a paz, estabilidade, prosperidade e diálogo entre culturas da região, este processo testemunhou o estabelecimento da União para o Mediterrâneo (UpM), em 2008, da qual todos os estados europeus e do Mediterrâneo são membros. Por seu turno, também a renovação da Política Europeia de Vizinhança, em 2011, não é estranha a esta Parceria.

O primeiro passo tendo em vista a consolidação de uma proposta de iniciativa ambiciosa no setor da ciência, tecnologia e inovação deu-se através da 1.ª Conferência Ministerial Euro-Mediterrânica em Investigação e Inovação, em abril de 2012, em Barcelona, Espanha. Os princípios de copropriedade, interesse mútuo e ganhos partilhados foram particularmente vincados nessa proposta.

O Conselho Europeu Informal de Ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação, em junho de 2012, em Nicósia, Chipre, conduziu à constituição de um grupo de países europeus que iniciou a discussão informal do lançamento de uma iniciativa conjuntamente com países parceiros do Mediterrâneo. Essa iniciativa assentaria em fundos nacionais dos estados participantes e do programa-quadro para a ciência e inovação da União Europeia. O referencial dessa iniciativa seria o instrumento previsto no Artigo 185.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia (TFUE), um programa comum aos Estados e Comissão Europeia, com financiamento igual pelos dois lados.

Por fim, a iniciativa foi lançada na 2.ª Conferência Ministerial Euro-Mediterrânea, a 4 de maio de 2017, em La Valleta, Malta, através da Declaração sobre Fortalecimento da Cooperação Euro-Mediterrânea através da Investigação e Inovação.


Proposta de Parceria PRIMA

A 22 de dezembro de 2014 foi entregue uma proposta de Parceria à Comissão Europeia, cujos compromissos nacionais em numerário ascendiam a 211,5 milhões de euros, ao passo que os contributos em espécie estavam estimados em cerca de 123 milhões de euros.

Após avaliação de impacto, a Comissão Europeia decidiu-se, em julho de 2016, pela preparação de uma proposta legislativa para codecisão entre Conselho Europeu e Parlamento Europeu tendo em vista a criação de um programa ao abrigo do Artigo 185.º do TFUE, de acordo com o desejo dos países participantes. A decisão, tomada a 4 de julho de 2017, estabelece a atribuição de não mais de 220 milhões de euros de contribuição ao abrigo do Programa-Quadro H2020 a projetos com níveis variados de prontidão tecnológica que cumpram os objetivos estabelecidos na Agenda Estratégica de Investigação e Inovação, além do apoio à estrutura de execução. Essa contribuição será concedida durante 10 anos (entre 2018 e 2028) e inclui uma soma global indicativa de 440 milhões de euros. Os países participantes são Alemanha, Argélia, Chipre, Croácia, Egito, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Israel, Itália, Jordânia, Líbano, Luxemburgo, Malta, Marrocos, Portugal, Tunísia e Turquia.

A estrutura de execução assume a figura de fundação de Direito Espanhol. Estabelecida a 19 de junho de 2017, a fundação funciona em Barcelona, em ligação com a União para o Mediterrâneo, sediada naquela cidade. A decisão de localizar a sede da Fundação PRIMA nestes moldes prende-se com a vontade dos países participantes de fomentarem sinergias de relevo para a região euro-mediterrânica com aquela organização, e vice-versa.


Agenda Estratégica de Investigação e Inovação

A PRIMA centra-se nas temáticas dos sistemas alimentares e dos recursos hídricos, sendo garantida, porém, flexibilidade da parte dos países envolvidos. A versão completa pode ser descarregada aqui. Os pilares temáticos e respetivos objetivos são:

1. Gestão sustentável da água em áreas áridas e semiáridas do Mediterrâneo

  • Testar e estimular a adoção de soluções hídricas adequadas ao contexto;
  • Melhorar a sustentabilidade da terra e água nas bacias semiáridas mediterrânicas;
  • Elaborar e estimular a adoção de novas políticas e protolocos para a governação de sistemas de gestão hídricos.

2. Sistemas agrícolas sustentáveis

  • Desenvolver sistemas de lavoura inteligentes e sustentáveis de modo a manter recursos naturais e aumentar a eficiência na produção;
  • Desenhar e promover a adoção de novas abordagens para a redução do impacto de pragas e patogéneses na agricultura.

3. Cadeia de valor alimentar no desenvolvimento regional e local mediterrânico

  • Inovar no plano dos produtos alimentares baseados na dieta mediterrânica, estimulando a ligação entre nutrição e saúde;
  • Encontrar soluções para aumentar a eficiência na cadeia alimentar e hídrica, reduzindo perdas e resíduos;
  • Conceber e implementar modelos inovadores e de qualidade no agro-negócio como fonte de emprego e crescimento económico.

Eventos realizados

  • Encontro «Adaptações da Agricultura às Alterações Climáticas: França, Portugal e Região Mediterrânica», Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, 27 e 28 de setembro de 2018 (consultar a agenda e as apresentações do evento).
  • Evento «Partnership for Research and Innovation in the Mediterranean Area (PRIMA): Introduction and Calls for Proposals», Universidade dos Açores, Ponta Delgada, 2 de março de 2018 (consultar a agenda e a apresentação do evento).
  • Evento «Partnership for Research and Innovation in the Mediterranean Area (PRIMA): Introduction and Calls for Proposals», INESC TEC, Porto, 23 de fevereiro de 2018 (consultar a agenda e apresentações do evento).
  • Evento «Launch Of The Partnership For Research And Innovation In The Mediterranean Area (PRIMA) In Portugal», Pavilhão do Conhecimento, Lisboa, 7 de fevereiro de 2018 (consultar a agenda e apresentações autorizadas do evento).

Contactos

Maria Maia
maria.maia@fct.pt
Tel: (+351) 213 911 543

Helena Caetano
helena.caetano@fct.pt
Tel: (+351) 213 924 435

Sítio da Parceria PRIMA

https://prima-med.org/

Pode consultar mais informações sobre a Parceria PRIMA no sítio da Comissão Europeia: https://ec.europa.eu/info/research-and-innovation/research-area/environment/prima_en