Skip nav

urban europe_logo

Cooperação Transnacional

ERA-NET Cofund : Smart Urban Futures (ENSUF)

A ERA-NET COFUND Smart Urban Futures (ENSUF) é o quarto Concurso Transnacional Conjunto da JPI Urban Europe apoiada pela Comissão Europeia no âmbito do programa Horizonte 2020.

A JPI Urban Europe é uma iniciativa de programação conjunta. Através JPI Urban Europe, os países membros podem gerar soluções para a Europa através de iniciativas coordenadas de investigação. O objetivo é criar áreas urbanas atraentes, sustentáveis e economicamente viáveis, nas quais os cidadãos europeus, comunidades e seu meio circundante podem prosperar. Esta iniciativa tem atualmente 12 membros europeus e 8 observadores.

Destaques

30 de Novembro 2015: Pré-anúncio do concurso transnacional conjunto.

16 de Dezembro 2015: Anúncio do concurso transnacional conjunto.

15 de Março 2016 (12:00h CET): Fim do prazo de entrega das pré-propostas.

Por favor consulte esta página com regularidade para seguir notícias e/ou atualizações.

CONCURSO SMART URBAN FUTURES

O Anúncio do Concurso facultará informação detalhada sobre os tópicos, países participantes e respetivos compromissos financeiros. Por favor consulte os documentos e as hiperligações selecionadas na caixa amarela no lado direito .

Tópicos do concurso

A FCT financiará as participações portuguesas nos seguintes tópicos:

- Concepts and strategies for smart urban transformation, growth and shrinkage

- New dynamics of public services

- Inclusive, vibrant and accessible urban communities

Países Participantes

Áustria, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Finlândia, França, Itália, Letónia, Lituânia, Holanda, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Eslovénia, Suécia, Turquia e Reino Unido.

Proponentes de países não estejam associados ao concurso podem ser parte de um consórcio, desde que disponham de fundos próprios para financiar a sua participação (uma declaração de compromisso/prova de financiamento próprio deve ser anexada à proposta apresentada a concurso).

Como candidatar-se

1- Consultar os"Documentos do Concurso" disponíveis na caixa amarela que se encontra à direita.

2- As regras de elegibilidade do concurso encontram-se disponíveis no texto do concurso. Candidatos nacionais poderão submeter mais do que uma candidatura, na qualidade de Investigador Responsável, neste concurso transnacional conjunto. Consultar os "Documentos Nacionais" disponíveis na caixa amarela que se encontra à direita. Ler os regulamentos nacionais dos países participantes no seu consórcio (incluindo o português).Parceiros que sejam considerados não-elegíveis poderão originar a rejeição de todo o consórcio.

3- Aceder à plataforma de submissão eletrónica (FFG online submission platform), e proceder de acordo com o seu perfil (Parceiro ou Coordenador).

4- As equipas portuguesas (Parceiros e/ou Coordenadores) têm de enviar para o Ponto de Contacto Nacional do Concurso uma Declaração de Compromisso devidamente assinada pelo(a) Investigador Responsável, pelo representante legal da instituição proponente e carimbada, até 10 dia úteis após o prazo limite para submissão da pré-proposta. A FCT poderá solicitar o original deste documento mais tarde.

O processo de submissão de propostas neste concurso é de duas fases. Na primeira fase o consórcio é convidado a submeter a sua pré-proposta. Depois da submissão das pré-propostas, serão selecionadas cerca de 50. Os consórcios que tenham sido bem sucedidos serão depois convidados a desenvolver as suas ideias para uma proposta completa. O Coordenador deverá usar o formulário disponível na caixa amarela como anexo e submetê-lo através do Sistema de Submissão Eletrónico (SSE). O SSE estará disponível em data a anunciar.

É facultada pelo consórcio uma página para procura de parceiros para submeter demonstrações de interesse através do preenchimento de um formulário disponível para download online ou através de um grupo temático de LinkedIn.

Compromisso financeiro da FCT e norma de financiamento (Portugal apenas)

Compromisso nacional para o concurso: 400.000 €

Máximo de financiamento para uma proposta coordenada por Portugal: 250.000 €

Máximo de financiamento para uma proposta com participação Portuguesa: 150.000 €

Nota: Se no consórcio existirem mais do que uma instituição portuguesa, a verba terá de ser partilhada entre o número existente. O financiamento das instituições portuguesas têm de obedecer ao Regulamento de acesso a financiamento de projetos de IC&DT. A dedicação (ETI) a projetos transnacionais não é contabilizada para o máximo de 100% de dedicação (ETI) aos projetos nacionais.

Contactos

Ponto de Contacto Nacional

Nuno Moreira
FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Av. D. Carlos I, 126 - 7º
1249 – 074 LISBOA
Portugal

nuno.moreira@fct.pt
Tel: (351) 213 911 575

Marta Abrantes
FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Av. D. Carlos I, 126 - 7º
1249 – 074 LISBOA
Portugal

marta.abrantes@fct.pt
Tel: (351) 213 911 596